Polissonografia auxilia no diagnóstico de distúrbios do sono

Polissonografia auxilia no diagnóstico de distúrbios do sono

Se você nem lembra mais os efeitos de uma boa bem dormida, cuidado – a falta de qualidade do sono pode ter consequências sérias para a saúde. Para auxiliar no diagnóstico e posterior tratamento de possíveis problemas, existe a polissonografia. O exame consiste em avaliar o padrão vigília/sono por meio de sensores posicionados pela superfície do corpo do paciente.

Isso ocorre por meio do registro simultâneo de variáveis eletrofisiológicas, como a atividade elétrica cerebral, movimento dos olhos, atividade dos músculos, frequência cardíaca, fluxo e esforço respiratório, oxigenação do sangue, ronco e posição corpórea. Com esses indicadores, o médico especialista consegue avaliar corretamente o quadro clínico e indicar o tratamento mais adequado para cada situação.

A polissonografia pode ser realizada na própria clínica, onde o paciente pernoite em um quatro privativo e confortável. O exame não é invasivo.

 

Saiba como é realizada a polissonografia:

– O paciente é instruído a chegar na clínica cerca de 90 minutos antes do seu horário habitual de dormir. O exame começa na noite e termina na manhã seguinte, procurando obedecer, na medida do possível, o horário do paciente acordar.

– Na clínica, o paciente recebe a aplicação de alguns eletrodos e sensores no corpo. Todos são aplicados externamente.

– Então, o paciente é convidado a dormir, naturalmente, sem a necessidade de qualquer medicação.

– Na manhã seguinte basta retirar os eletrodos e o paciente está liberado para seguir com sua rotina normalmente.

– Um profissional capacitado permanece na clínica durante todo o tempo do exame, para o suporte necessário (ficando em outro aposento, separado do paciente).

 

Dicas para realizar o exame na clínica

Para que o exame consiga traduzir os resultados da forma mais fiel possível, é importante que o paciente mantenha seus hábitos regulares no ritual do sono. Algumas dicas facilitam o processo:

– Jante normalmente no dia do exame, mas evite o consumo de café, refrigerante, estimulantes ou bebidas alcóolicas (no caso destas, por 48 horas antes do exame).

– Se você costuma tomar banho à noite, faça isso poucos minutos antes de ir até a clínica.

– Traga seus objetos de higiene e uso pessoal.

– Escolha um pijama que use habitualmente e, se quiser, o livro que está lendo atualmente, para induzir o sono com mais facilidade.